17.07.19

Vieira promove ciclo de palestras em parceria com o Ministério Público da Bahia

A ação contemplou a campanha "Bullying: você sabe de que lado ficar", lançada pela instituição neste ano

Vieira promove ciclo de palestras em parceria com o Ministério Público da Bahia

Em parceria com o Ministério Público da Bahia, o Vieira iniciou no dia 31/05 e encerrou no dia 12 de julho o ciclo de palestras com estudantes do 8º ano EF ao Ensino Médio,abordando o bom uso das redes sociais, bullying e cyberbullying. A iniciativa fez parte da campanha “Bullying: você sabe de que lado ficar”, lançada em 2019 pelo MPBA.

O encerramento do projeto contou com a presença de representantes do Nucciber (Núcleo deCombate aos Crimes Cibernéticos). A palestra sobre segurança no meio digital foi lecionada pelos servidores doMinistério Público do Estado da Bahia, João Vitor Vilas Boas, Fabiana Fernandes e Leonardo Rotondano.

Durante o momento, os alunos vieirenses receberam dicas sobre o uso de senhas e aplicativos. Para a orientadora pedagógica Mara Raquel Valverde, é importante que os alunos recebam esse tipo de informação de um órgão que representa os interesses do Estado. “Os adolescentes, de uma maneira geral, demonstram estar alheios às consequências das suas atitudes online. Promover ações como essa são essenciais para despertar um novo olhar nesse sentido”, afirmou.

A ação realizada no dia 12/07 envolveu as turmas da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio. Segundo a estudante Clarisse Eiko, as informações trazidas pelos palestrantes foram de grande valia para o seu cotidiano. “Essa palestra foi um estalo para perceber que nem sempre estamos seguros no meio digital e que também corremos riscos. Certamente, iremos prestar mais atenção em alguns detalhes”, disse ela.

O Nucciber promove esses debates em escolas públicas e particulares há cerca de dois anos. Para a servidora pública e ex-vieirense, Fabiana Fernandes, esse tipo de informação dá aos jovens mais responsabilidade para lidar com as novas tecnologias. “É comum falar que os jovens são nativos digitais. Eles realmente têm conhecimento, mas muitas vezes falta maturidade para utilizá-la e por isso essa conscientização é tão importante”, ressaltou ela.

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nossos sites e fornecer funcionalidade de redes sociais. Se desejar, você pode desabilitá-los nas configurações de seu navegador. Conheça nossa Política de Privacidade.

Concordo