24.05.17

Mães e filhos do Vieirinha participam de Romaria no Santuário

Evento realizado pelo SORPA fez parte do calendário de ações em homenagem ao Dia das Mães

Mães e filhos do Vieirinha participam de Romaria no Santuário

“Mãe, um amor que se faz presente”. A frase que marcou as comemorações do Vieira para o Dia das Mães em 2017 se concretizou com a Romaria organizada pelo Serviço de Orientação Religiosa e Pastoral (SORPA), de 09 a 12 de maio. Mães e filhos do 1º ao 5º ano EF participaram da programação, realizada no Santuário Nossa Senhora de Fátima, que fortaleceu o afeto familiar e a devoção à Mãe de Jesus.

Os alunos cantaram e rezaram junto com suas mães e ainda doaram alimentos não-perecíveis para serem destinados a instituições assistidas pelo Voluntariado do Vieira, como um gesto concreto de amor. “Esses momentos são importantes e aproximam mais a nossa comunidade educativa da mãe de Jesus, além de trazer a certeza de que Maria sempre caminha conosco”, destacou o coordenador do SORPA, prof. João Ramiro.

Durante a programação, os alunos entregaram às mães uma medalha de Nossa Senhora de Fátima em sinal de amor e devoção. “Eu gostei muito da Romaria, pois falamos bastante da importância do amor materno e pudemos fazer uma linda homenagem cantando e rezando juntos”, destacou o aluno Gustavo Barreto. A mãe vieirense Fabíola Azevedo fez questão de mais uma vez estar presente no evento. “Participei no ano passado e foi um momento repleto de emoção. Precisamos que iniciativas assim continuem sendo feitas, pois são fundamentais”, pontuou ela.

Ano especial

A romaria dialoga diretamente com as homenagens feitas à mãe de Jesus no Brasil e no mundo. O ano de 2017 foi instituído como o “Ano Mariano” pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em referência aos 300 anos do milagre de Aparecida. Além disso, o centenário das aparições de Fátima também marca o mês de maio e tem sido celebrado no Vieira com uma programação especial. “As crianças se sentiram felizes, porque se aproximaram e se encontraram ainda mais no amor maternal de Maria. Estar junto com suas mães tornou esse momento muito especial”, finalizou o pastoralista do SORPA, Antônio Diniz.

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nossos sites e fornecer funcionalidade de redes sociais. Se desejar, você pode desabilitá-los nas configurações de seu navegador. Conheça nossa Política de Privacidade.

Concordo