31.07.20

DIA DE SANTO INÁCIO: uma data especial para o Vieira

Confira dez curiosidades sobre o santo e porque ele é tão importante para o nosso Colégio

DIA DE SANTO INÁCIO: uma data especial para o Vieira

O dia 31 de julho é sempre uma data muito importante para o Colégio Antônio Vieira e para todas as demais instituições da Companhia de Jesus em todo o mundo.  É o Dia de Santo Inácio! 

Vamos entender o porquê?

  • Inácio de Loyola foi quem fundou a Companhia de Jesus, em 1534, na Europa. Graças à missão evangelizadora e educacional da Ordem Religiosa, os jesuítas atravessaram o Atlântico, inaugurando em Salvador, ainda no período colonial, o primeiro colégio do Brasil voltado para a alta qualidade de ensino (Colégio dos Jesuítas, no Terreiro de Jesus). 
  • Foram também os jesuítas que, séculos mais tarde, construíram o nosso Colégio, fundado em 1911, em homenagem a um de seus integrantes: o padre Antônio Vieira que – desde 1623, quando ingressou na Companhia; até a morte, em 1697 – honrou a missão evangelizadora e educacional defendida por Santo Inácio!
  • Calcada em uma formação essencialmente humanística e voltada para responder os desafios contemporâneos, a chamada Pedagogia Inaciana faz-se presente, atualmente, em mais de 850 escolas em todo o mundo. No Brasil, a Rede Jesuíta de Educação (RJE) é integrada por 17 colégios, distribuídos em nove estados, sendo o Vieira o único em atuação na Bahia.

Confira agora dez curiosidades sobre Santo Inácio!

1- Nome  ​
Iñigo de Loyola foi como foi batizado pelos pais, ao nascer na Espanha, em 1491. Só veio a se chamar Inácio depois dos estudos em Paris.  ​

2- Nobre ​
De família rica, nobre e cristã, foi educado para ser aristocrata, tendo crescido em meio ao luxo da corte.  ​

3- Militar ​
Em 1517, aos 26 anos, entrou para o Exército espanhol, dedicando-se à carreira militar.

4- Bala de canhão ​
Em 1519, aos 28 anos, lutou contra as tropas francesas em Pamplona, na Espanha. Foi gravemente ferido em uma das pernas, por uma bala de canhão.

5- Leitura e conversão ​
Durante a convalescência, no castelo da família, começou a ler sobre santos e a Paixão de Cristo. Foi assim que, por meio dos livros, foi tocado pela misericórdia de Deus, dedicando-se, a partir de então, a viver os valores do Evangelho, inclusive fazendo votos de pobreza.

6- Exercícios Espirituais ​
Sua maior herança foi o livro Exercícios Espirituais, publicado em 1548. Trata-se de um roteiro de oração que ajuda o ser humano a ordenar a própria vida e atingir a contemplação sobre Cristo e o amor divino. ​

7- Companhia de Jesus ​
Em Paris, no dia 15 de agosto de 1534, Inácio de Loyola, que era estudante da Universidade de Paris, fundou com mais seis amigos, a Companhia de Jesus. Três anos depois, a Ordem, focada na evangelização e na educação de alta qualidade, foi oficialmente aprovada pelo Papa Paulo III, sendo Inácio de Loyola eleito para assumir o posto de superior-geral. ​

8- Morte  ​
Inácio viveu seus últimos anos em um pequeno quarto de Roma, de onde governou a Companhia de Jesus e seu crescimento: a Ordem começou com menos de dez jesuítas e, em 1556, ano em que morreu, já tinha mais de 10 mil integrantes. 

9- Canonização
Santo Inácio foi beatificado por Paulo V, em 1609, e canonizado por Gregório XV, em 1622, em Roma. Os restos mortais do santo são hoje venerados na Igreja de Jesus, também em Roma.

​10- Papa Jesuíta ​
O arcebispo argentino Jorge Mario Bergoglio foi o primeiro jesuíta eleito Papa, em 2013, tendo recebido o nome de Papa Francisco em homenagem à São Francisco Xavier, um dos companheiros de Santo Inácio na época da fundação da Companhia de Jesus.