31.10.16

Criatividade do 1º ano EF marca culminância do projeto Raízes do Brasil

Evento destaca a importância das diferentes etnias na formação do povo brasileiro

Criatividade do 1º ano EF marca culminância do projeto Raízes do Brasil

O projeto Raízes do Brasil teve a sua culminância no dia 27 de outubro, com apresentações realizadas no auditório Mabel Velloso e outras atividades. Com muita animação, os alunos do 1º ano EF fizeram performances artísticas sobre história do nosso país e as três principais etnias que formam o povo brasileiro: os índios, os africanos e os portugueses. Pais e familiares prestigiaram o encerramento do estudo feito sobre essa temática estudada, que aconteceu durante todo o ano.

Além da pesquisa, os alunos desenvolveram estudos e atividades relacionadas à cultura brasileira, como a culinária, a dança e reprodução de alguns objetos característicos de cada povo. “Estou muito feliz com o resultado. Fazer com que os alunos conheçam todas essas etnias ajuda diretamente na formação deles como pessoas, pois o respeito parte desse conhecimento”, explicou a coordenadora pedagógica do 1º ano EF, a professora Alice Machado.

Além das apresentações musicais e teatrais, a culminância do Raízes do Brasil também contou com uma exposição dos materiais que os próprios alunos produziram sobre a temática do projeto. “É de uma grandeza imensa a execução desse projeto, porque, além de tudo, ele valoriza a nossa cultura, que é tão rica e bela”, destacou a professora do 1º ano EF, Aline Cohen.

Durante a programação, estudantes e familiares participaram de um momento de contação de história, promovido pela equipe da biblioteca do Vieira. “É o meu segundo filho que vive essa experiência aqui no colégio e como mãe, eu fico muito grata com um trabalho tão grandioso e importante para os alunos”, disse a mãe vieirense, Mônica Carneiro. “Esse projeto transmite informações muito importantes para esses estudantes, fazendo com que eles tenham essa compreensão do passado formando o nosso tempo presente”, complementou o pai, Alexandre Peutier.

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nossos sites e fornecer funcionalidade de redes sociais. Se desejar, você pode desabilitá-los nas configurações de seu navegador. Conheça nossa Política de Privacidade.

Concordo