19.06.20

Após série de atividades a distância, Vieira entra em recesso escolar

Pausa é recomendada por especialistas e pelos sindicatos das escolas e dos professores

Após série de atividades a distância, Vieira entra em recesso escolar

O compromisso do Colégio Antônio Vieira de estar sempre ressignificando seu projeto pedagógico para o tempo presente fez diferença na primeira unidade deste ano letivo de 2020. Os desafios impostos pela pandemia, entretanto, exigiram esforços a mais da equipe pedagógica, dos alunos e também de suas famílias. O Colégio agora entra em recesso escolar, até 5 de julho, respeitando a Convenção Coletiva, firmada entre os Sindicatos dos Estabelecimentos de Ensino (Sinepe) e dos Professores (Sinpro), mas também as orientações de psicólogos e outros especialistas em saúde que alertam sobre a importância desse intervalo sem atividades, até para que todos os envolvidos possam “respirar e recarregar as baterias”, diante de uma realidade para a qual não se havia referências anteriores. 

É o que explica a diretora acadêmica do Vieira, a professora Ana Paula Marques: “Para além da obrigatoriedade de cumprir a Convenção Coletiva, é importante termos esse momento para descansar, pois tanto os alunos quanto os professores, assim como as equipes técnicas, enfrentaram uma sobrecarga, com uma regularidade de atividades síncronas e assíncronas – em meio à necessidade de implantarmos novas formas de aprendizagens e novas rotinas, que não estavam previstas quando iniciamos o ano letivo”, diz.

PARCERIA CONTINUA

A professora Ana Paula Marques ressalta ainda o quanto foi importante a parceria das famílias dos alunos para o aprimoramento do modelo de aprendizagem a distância adotado pelo Colégio. Mesmo já seguindo as normas previstas pelos Conselhos Nacional e Estadual de Educação e os direcionamentos da Rede Jesuíta de Educação (RJE), a escola conseguiu agregar ainda mais qualidade às atividades remotas, a partir da escuta das sugestões e discussões de temas pedagógicos – em reuniões virtuais promovidas junto aos pais e responsáveis pelos alunos de cada turma, assim como nos atendimentos individualizados.  “Todas as dimensões envolvidas na aprendizagem foram impactadas pelas medidas de isolamento social. Estamos aprendendo juntos. Nos mantendo unidos, vamos superar as dificuldades e avançar mais nas próximas unidades”, acredita a diretora acadêmica.