Patrono

Patrono

O padre Antônio Vieira nasceu em Lisboa a 6 de fevereiro de 1608. Filho primogênito do casal Cristóvão Vieira Ravasco e Maria Azevedo, veio para Salvador com sua família em 1614, onde pôde frequentar as aulas do Colégio da Bahia no Terreiro de Jesus. Nesta ocasião, de seus estudos de Gramática e Humanidades, quando rezava diante da imagem de Nossa Senhora das Maravilhas, na Sé Primacial, se deu o famoso “estalo”.

Começou seu Noviciado no ano de 1623, fez seus primeiros votos em 1625 e ordenado sacerdote em 1643. Sua vocação jesuítica ficou marcada pela sua capacidade na oratória e na escrita em prosa que ele usava como meio de doutrinar e interferir no cursos dos acontecimentos sociopolíticos.

Um dos mais famosos padres jesuítas do século XVII, padre Antônio Vieira legou a cultura brasileira mais 700 cartas e 200 sermões impressos entre 1679 e 1696, dentre outras obras. Essa parte da vida literária de padre Antônio Vieira constitui uma singular contribuição para o mundo sacro luso-brasileiro e suas temáticas estão compreendidas nas causas enfrentadas por ele: a luta contra os holandeses na Bahia, a defesa dos cristãos-novos, a proteção e a cristianização dos índios e dos negros africanos.

Antônio Vieira foi respeitado diplomata na corte portuguesa – pregador e conselheiro real, embaixador pela Europa (1641-1661); missionário no Maranhão, Pará e Amazônia (1652-1661); enfrentou processo na inquisição portuguesa. Os últimos anos que passou na Bahia se dedicou a sistematizar seus sermões, vindo a falecer em 18 de julho de 1697.

Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia - 683 CEP: 40100-000 - Salvador - Ba
Tel: (71) 3328-9500 - Fax: (71) 3267-0511
2016 - 2017. Colégio Antônio Vieira. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo | Agência Digital