Notícias

09h00

Professores do Vieira avaliam ENEM 2015

Passados os dias de prova do ENEM 2015, professores do Colégio Antônio Vieira fizeram uma análise sobre a abordagem dada às suas respectivas áreas no exame deste ano.

Compartilhe
Tamanho do Texto

Passados os dias de prova do ENEM 2015, professores do Colégio Antônio Vieira fizeram uma análise sobre a abordagem dada às suas respectivas áreas no exame deste ano. Segundo eles, o planejamento dentro da grade curricular, projetando assuntos e trabalhando-os em sala de aula fez toda diferença para que os alunos tivessem tranquilidade para resolver as questões e elaborar a redação. Confira os depoimentos:

Ana Paula Marques – Coordenadora Pedagógica da 3ª série EM

“A edição 2015 do ENEM não trouxe surpresas para os alunos do Colégio Antônio Vieira. Eles estavam preparados, pois tudo foi muito bem desenvolvido ao longo do ano. Tivemos os simulados, fundamentais para que os estudantes pudessem se fortalecer, além da última edição do Aulão ENEM, que trouxe temas que fizeram parte da prova, como o da redação, abordado pelos professores da área de Linguagens. Vimos alunos dando entrevistas para uma emissora de televisão e foi perceptível a tranquilidade e a segurança passadas no momento da saída. Isso significa que também conseguimos desenvolver essa resistência, que envolve dedicação e concentração”.

Paulo Reis -  Literatura

“Há muito tempo que um tema de redação não era tão comemorado por quem trabalha para ver a mudança da sociedade - mais do que para ver o outdoor autopromocional. Divulgada a redação do ENEM  2015, foi impossível a todos os envolvidos no projeto “SobreVidas Severinas” (foto abaixo) não serem tocados de alguma forma e lembrar do setembro que passou. Certamente um filme deve ter vindo à cabeça de todos os membros do Núcleo de Estudos sobre Minorias Sociais (NEIMS) e da Academia Vieirense de Letras (AVLA), organizadores do projeto, e de toda a comunidade do Colégio Antônio Vieira, espaço-escola da abertura e do diálogo. Se naqueles dias, vimos muito apoio ao projeto e até alguma resistência, ora fruto da insegurança do porvir, ora fruto de um repertório sociocultural mais distante do que é nossa sociedade - hoje, diante da prova do ENEM, essa resistência precisa se reconhecer ultrapassada. A escola que se abre para o diálogo com o outro, com o diferente e amplia os espaços para que todos os grupos possam ter suas vozes ouvidas é a escola que prepara de fato para a humanidade. Enche-nos de orgulho que o “SobreVidas Severinas” tenha repercutido na sociedade baiana já naquele setembro. Enche-nos de orgulho que ele tenha sido lembrado em meio ao processo seletivo de maior visibilidade do país. Enche-nos de orgulho saber que os idealizadores e executores desse projeto são nossos alunos e alunas, são filhos e filhas que merecem, mais do que nunca, o orgulho também de suas famílias. Ficaremos imensamente felizes com os nossos estudantes que brilharão na redação. Mas ficaríamos muito mais felizes se esse tema já não fizesse sentido entre nós”.

Beth Lacerda –  Redação

“Os alunos trabalharam o tema sobre a mulher, envolvendo os desafios, conquistas e lutas, no dia 07 de março, durante a primeira avaliação que fizemos. Ao longo do ano, nós o retomamos, sinalizando que seria um assunto com potencial para ser abordado no ENEM. Vale ressaltar que no dia 09 de março, apenas dois dias após a avaliação, o governo federal sancionou a Lei contra o Feminicídio. Durante o Aulão ENEM nós trabalhamos o tema mais uma vez, elaborando um plano de texto, com argumentos importantes, abordando a questão que envolve a ampliação do repertório cultural, a proposta de intervenção, os avanços que aconteceram com a Lei Maria da Penha, a campanha “Quem ama não mata” de 1979, além da Lei do Feminicídio de 2015”.

Gilton Carmo – Geografia

“Fizemos um planejamento, estudando a prova do ENEM nos últimos quatro anos, e direcionamos o nosso trabalho tendo como um dos focos essa avaliação. Não tivemos surpresas e percebemos que muitos temas foram efetivamente trabalhados em sala de aula. A prova é elaborada a partir de princípios, como: liberdade, democracia, igualdade entre os povos, direitos humanos, a luta pela igualdade entre os gêneros, etc. Esta edição foi muito ligada ao lado humano, político e ideológico, inclusive na redação. Tivemos questões trabalhadas especificamente em sala de aula, envolvendo o intemperismo, desertificação, globalização, entre outros. Um fator muito importante foi a transdisciplinaridade existente e a contextualização dos conteúdos abordados. Esse resultado contempla um planejamento que temos conseguido executar ao longo desses últimos anos, envolvendo diferentes áreas”.

Ricardo Behrens – Geografia

“Nós temos organizado a estrutura da grade curricular, a fim de que fosse possível atender na totalidade a prova do ENEM. Vendo todo esse esforço, percebemos que estamos no caminho certo aqui no Vieira. A vertente de globalização foi muito trabalhada em sala, destacando o processo de inovação tecnológica, desemprego estrutural e os problemas ambientais como consequência desse processo global. Nós conseguimos neste ano cumprir todo conteúdo previsto para 2015, além de atender as questões e a propostas do ENEM. Acreditamos que os alunos não tiveram dificuldades para fazer a redação e responder as questões da área de humanas”.

Ricardo Faria - Biologia

“Considero a edição 2015 do ENEM muito justa e equilibrada, ao contrário de anos anteriores, em que tivemos uma prevalência de assuntos ligadas à ecologia, fazendo com que os alunos deixassem de lado outros temas importantes. Houve questões envolvendo evolução, genética, citologia, fisiologia, entre outros temas, proporcionando um equilíbrio à prova. Foi uma avaliação que cobrou muito raciocínio do aluno, não apenas o conteúdo, apesar de ser uma prova conteudista. A interpretação de gráficos e tabelas relacionadas ao conhecimento científico foi um ponto importante que tivemos este ano. Tivemos conceitos atuais da biologia, abordados aqui no Vieira, que foram cobrados nessa edição do ENEM, como o que trata do processo de formação de espécies. Tenho certeza de que os nossos alunos ficaram muito familiarizados com a prova, pois eles já têm nos dado essa resposta”.

Rafaela Pereira – Inglês

“Seguindo o mesmo padrão dos anos anteriores, a prova de inglês do ENEM teve questões bem elaboradas (apesar de sentir falta de temas mais atuais), diferentes gêneros textuais e um vocabulário acessível. Ao longo do ano fizemos diversas questões semelhantes, o que me faz crer que os alunos do Vieira certamente não encontraram dificuldades”.

Carlos Nazaré – História e Sociologia

“O ENEM 2015 foi muito conteudista. Abrangeu todas as esferas do conteúdo histórico (Antiguidade Clássica, Idade Média e Contemporânea, Segunda Guerra Mundial, ditatura militar), exigindo um raciocínio do aluno em relação ao aprendizado adquirido. Tudo que foi exigido dentro de história e sociologia foi exposto em sala de aula aqui no Vieira e após o resultado da prova é que nós vemos o reconhecimento do alunado. Certamente, foi uma das melhores provas do ENEM em termos de aprendizados e resultados”.

Marivam José – Química

“A prova de Química do ENEM 2015 foi, mais uma vez, muito bem elaborada, com uma aproximação do que é feito na FUVEST. Existiu uma sintonia com o que foi trabalhado em sala de aula em todos os conteúdos, no entanto, as questões envolvendo estequiometria, termoquímica, química orgânica e análise imediata abordaram exatamente os pontos que destacamos no vídeo publicado nas redes sociais do Vieira. Não tivemos surpresas, mas assuntos como estudos físicos dos gases e radioatividade, que não haviam sido cobrados em edições anteriores, fizeram parte da prova em 2015. Acho interessante esse modelo de avaliação, que privilegia o aluno atento às aulas. Outro fator que me chamou atenção foi o fato de que os alunos da 2ª série EM trouxeram aspectos positivos para essa prova, considerando assuntos trabalhados ao longo do ano”.

Joelson Batista – Física

“A prova do ENEM 2015 buscou contemplar uma gama maior de conteúdos de física. Foram colocadas questões de ondas e acústica, óptica, estática, calorimetria, mecânica, elétrica, hidrostática e termodinâmica. Acho que eles pecaram cobrando apenas uma questão de elétrica, um conteúdo tão amplo e rico poderia ser melhor explorado. Podemos notar uma cobrança maior em relação aos cálculos, nada complexo, mas que de qualquer requer uma quantidade maior de tempo para os estudantes. Porém, tenho certeza de que os nossos alunos se sentiram preparados”.

 

Deixe seu comentário
Av. Leovigildo Filgueiras, Garcia - 683 CEP: 40100-000 - Salvador - Ba
Tel: (71) 3328-9500 - Fax: (71) 3267-0511
2016 - 2018. Colégio Antônio Vieira. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital